Seu site tem SEO?

Calma! Não estamos falando de CEO – Chief Executive Officer – a sigla utilizada hoje para designar o executivo de uma empresa. O SEO (com S) que falamos aqui é a sigla para “Search Engine Optimization” que no bom português significa otimização para motores de busca, ou seja, tornar o seu site mais legível para o Google/Bing e outros buscadores.

Quando seu site está otimizado, isto é, está formatado para que os robôs de busca gostem dele, você tem um melhor rankeamento na busca orgânica. Isso significa que você poderá gastar menos em anúncios no Google tendo excelentes resultados em termos de cliques. Ou seja, o SEO é uma prática lucrativa.

Não vamos entrar aqui nos detalhes técnicos, mas, em linhas gerais, quando você contratar um serviço de SEO para o seu site – nós fazemos isso! – o desenvolvedor vai examinar o código do seu site e testá-lo a partir dos critérios de rankeamento do Google. A partir dai, irá corrigir os pontos que o tornam lento, difícil de usar ou visualizar (botões muito pequenos quando exibidos na tela do celular, por exemplo) e outros fatores que diminuem a possibilidade de ser exibido na primeira página numa busca.

Outra questão fundamental para um bom SEO são as palavras-chaves relacionadas ao seu negócio que devem aparecer no seu site. Isso aumentará as chances do buscador exibir o seu site quando um usuário digitar estas palavras.

É claro que a questão não é tão simples assim. Ninguém sabe exatamente que critérios estão no algorítimo do Google para que ele exiba um site antes do que outro. A questão é bem complexa e, de tempos em tempos, o Google altera estes critérios sempre visando um resultado cada vez mais próximo às necessidades do usuário. Mas há boas práticas, indicadas pelo próprio Google, que ajudam no bom rankeamento. Aplicá-las é a tarefa de quem desenvolve o SEO.

Para saber se o seu site está bem optimizado, o próprio navegador do Google, o Chrome, disponibiliza uma ferramenta de testes que pode ser acionada assim:

  1. Acesse o seu site.
  2. Clique com o botão direito do mouse e escolha inspecionar.
  3. Na janela que se abrirá, clique nas setinhas >> que aparecerão no menu no alto, que inicia com “Elements” e escolha “Audits”
  4. Na tela serão exibidas várias opções, mas não se preocupe com isso, e clique em “Run Audits”.

Depois de alguns segundos, o Chrome exibirá gráficos com as notas de seu site em quatro áreas importantes para seu rankeamento e navegabilidade: performance, acessibilidade, melhores práticas e SEO. O ideal é que, em todos eles, seu site apareça com mais de 90% de aprovação. Isso é muito raro, mas pelo menos em SEO deveria estar em 100%. A ferramenta vai listar todos os pontos técnicos do site que precisam ser melhorados. Assim, seu desenvolvedor poderá agir em cada ponto e melhorar a performance e, por tabela, o rankeamento do seu site no Google.

Se quiser saber mais sobre o tema, fale conosco!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *