O que não fazer no seu Instagram

Os números do Instagram são incríveis: com cerca de 700 milhões de usuários ativos, o
Brasil ocupa o terceiro lugar de usuários na rede, perdendo apenas para o EUA e a Rússia. É, portanto, uma ferramenta poderosa para divulgar seu negócio e fortalecer sua marca. Porém, assim como um faca, deve ser usado corretamente para não trazer problemas.

Neste texto vamos listar sete coisas que você NÃO DEVE fazer no seu perfil do Instagram, sob pena de não ter resultados, perder seguidores, engajamento e relevância.

1. Não abuse das hashtags: muita gente usa as hashtags sem qualquer estratégia. Elas existem para aglutinar postagens de uma mesmo tema. Assim, você deve usar hashtags padrão fortes, bem utilizadas em seu segmento e acrescentar outras relativas ao tema da postagem. Faça uma pesquisa prévia. No próprio Instagram tem um campo de pesquisa para digitar as palavras chaves que você quer encontrar e por lá você vai saber quantas pessoas já usaram aquela hashtag e que tipo de pessoas usaram. Dessa maneira fica fácil avaliar a relevância da # para o seu negócio.

2. Não seja inconstante com suas postagens: a periodicidade é fundamental para que o algorítmo do Instagram distribua melhor suas postagens de forma orgânica. É claro que isso não é garantia de alcance, mas é o mínimo que se espera de quem leva a sério esta mídia e respeita seus seguidores. Recomendamos postagens diárias ou, pelo menos, três vezes na semana. Procure também postar nos melhores horários. Acessando o campo “informações”, “púbico”, você encontra vários dados sobre seu conteúdo. Entre eles, os horários onde há mais interação com suas postagens de acordo com o dia da semana. Quase sempre, os melhores horários são as 12h e 21h.

3. Não ignore os comentários e directs: ignorar ou demorar muito para responder perguntas ou comentários é fatal para perder o engajamento. Procure responder o mais rápido possível de forma direta e relevante, com informações. Caso não seja possível dar a resposta solicitada na hora, responda dizendo que retornará assim que dispuser da informação. Mas jamais ignore!

4. Não publique apenas peças comerciais: já tratamos disso aqui em nosso blog, mas nunca é demais reforçar. As pessoas querem conteúdos úteis e relevantes em seu feed. Explore informações do segmento, com uma dose de humor de vez em quando, mostre seus bastidores, seus colaboradores e, lá de vez em quando, faça uma promoção de produtos ou lançamento. Clique aqui para saber o que publicar.

5. Não publique “coisas feias”: cuidado com o design de seus posts. Alinhamento único das palavras, contraste, disposição equilibrada dos elementos, imagens limpas são alguns dos cuidados que você deve ter ao montar o seu post. Há aplicativos que ajudam nisso, como o famoso Canva. Mas nada como ter alguém para personalizar isso para você. Vale a pena investir na imagem da sua marca nas redes sociais. Se precisar, fale conosco!

6. Não edite seu post logo após publicado: isso faz com que o Instagram diminua o alcance de sua publicação. Por isso, antes de publicar, confira todo o texto, as hashtags e tudo o mais antes de dar o “ok”. O algorítmo não gosta que o post seja mexido porque isso atrapalha o flow de distribuição e por isso vai mostrar sua mensagem para um número menor de pessoas.

7. Não esqueça de colocar a localização: inserir a localização do post, ainda que não seja uma foto de um lugar específico ou evento, dificulta a distribuição do seu conteúdo, pois o Instagram terá uma referência a menos para escolher o público que tem relação com o seu post.

Estas são algumas das coisas que você deve evitar no Instagram. O bom senso vai ajudar e a experiência também. Mas nunca é demais reforçar coisas que podem ser óbvias para alguns mas que para muita gente são “normais”. Então, se vai usar as redes sociais, use direito, não é mesmo?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *