Dicas de WhatsApp marketing

O WhatsApp – ou simplesmente o Zap como carinhosamente chamamos aqui no Brasil – se tornou uma das ferramentas mais utilizadas para troca de mensagens. Foi o primeiro aplicativo que utilizou o número do telefone como identificação do usuário, facilitando muito o login. Foi criado em 2009 pelo ucraniano Jan Koum, ex-funcionário do Yahoo que se mudou aos 16 anos para o EUA com sua mãe. Cinco anos depois o vendeu pela bagatela de US$19 bilhões para o Mark Zuckerberg. Hoje, mais de 1,5 bilhão de pessoas em 180 países são usuários do “Zap” e, todos os dias, são enviadas 55 bilhões de mensagens, 4,5 bilhões de fotos e 1 bilhão de vídeos através dele.

Você – sem dúvida – é um desses usuários e contribui para esses números fantásticos. E, como todos as outras mídias sociais, o “Zap” também se tornou uma ferramenta de marketing e vendas. O próprio app oferece uma versão para negócios chamado WhatsApp Business, “um aplicativo gratuito para download e desenvolvido especialmente para os proprietários de pequenas empresas” (site do WhatsApp).

Vamos então às 6 dicas fundamentais para você utilizar o WhatsApp em seus negócios:

  1. Utilize o WhatsApp Business: a versão para negócios possui uma série de aplicações voltadas para facilitar a interação com clientes. Entre elas estão a função catálogo que permite você disponibilizar seu catálogo em PDF; mensagens automáticas podem ser usadas para justificar uma eventual ausência ou dar boas vindas; você pode também “etiquetar” seus contatos de acordo com critérios que você mesmo define. Além disso, você pode criar um perfil comercial com informações importantes para seus clientes, como endereço e outras formas de contato. Para utilizá-lo, baixe o app e faça a instalação como na versão normal. Depois vá em configurações clicando nos três pontinhos no canto superior direito explore todas as suas funções.
  2. Crie uma lista de transmissão: mantenha uma ou mais listas de transmissão de acordo com os perfis dos seus clientes ou leads. Nas listas as mensagens são transmitidas como se fossem de uma pessoa para outra. Então o texto pode ser bem pessoal. Você pode enviar imagens, vídeos ou áudios. Mas cuidado para não se tornar inconveniente! Seja ético e delicado, enviando periodicamente um aviso dando a opção para que a pessoa possa dizer que prefere não receber suas mensagens.
  3. Prefira conteúdos: Ninguém gosta de ficar recebendo propaganda de produtos. Prefira conteúdos que sejam úteis e interessantes para seu público. E seja lá o que você envie, deve ser curto. Prefira sempre um texto curto com um link ou um vídeo explicativo. Sua mensagem deve sempre sugerir uma ação por parte de quem recebe: clicar no link para seu site ou loja virtual, abrir um pdf com alguma informação relevante.
  4. Utilize o WhatsApp em seu site: hoje a maioria dos acessos aos sites são feitos pelo celular. Por isso, facilite o acesso de quem visita sua página ao atendimento e informações utilizando um link direto para seu WhatsApp. O site de nossa empresa e da maioria de nossos clientes possuem esta funcionalidade (se o seu site não tem, consulte-nos!). Treine a pessoa que ficará com esta responsabilidade para responder prontamente aos contatos que virão por meio desta facilidade. Mas se você não tem a estrutura necessária para este tipo de atendimento é melhor não oferecer esta possibilidade para que o “feitiço não se volte contra o feiticeiro”.
  5. Utilize o Stories: você sabia que o WhatsApp também possui um stories como o Facebook e Instagram? Ainda não é muito utilizado, mas é um recurso a mais para você divulgar suas promoções ou falar de seus serviços. Clique em status e veja o circulo verde em volta da foto de seus contatos. Clicando em cada um, você verá seus stories.
  6. Use a criatividade: use o WhatsApp para gerar leads e mais interação com seus clientes, seu site, suas redes sociais e sua comunidade. Você pode oferecer ajuda em casos específicos relacionados ao seus produtos ou serviços, promover gincanas com postagens de fotos nas redes sociais, impulsionar mais circulação em sua loja física por meio promoções e brindes, etc. Claro, que tudo deve ser bem planejado para não haver falhas. Como exemplo, veja esta ação da Maionese Helmanns realizada no Brasil e replicada em vários outros países:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *