Seis dicas para vender online sem ter uma loja virtual

Quem imaginaria no dia 1° de janeiro de 2020 que as coisas estariam como estão agora? A pandemia do coronavírus pegou todos de surpresa e forçou uma mudança radical de cenário. Uma das coisas que foram mais afetadas por isso foram as vendas. Com o comércio fechado e as restrições do isolamento social, os comerciantes ficaram frente a duas opções: falir ou se reinventar.

O e-commerce veio então como tabua de salvação para muita gente. E veio para ficar! Não há mais como pensar em ter uma loja física sem ampliar seu alcance de vendas por meio da internet.

O ideal é que você tenha uma loja virtual. Um endereço na internet onde você possa vender seus produtos para o mundo inteiro de forma sistemática, automática e organizada. Porém, sabemos que isso não é assim tão simples e nem tão rápido. Exige algum investimento de tempo e dinheiro, mas tem inúmeras vantagens. Leia aqui um texto sobre isso.

Um caminho, por isso, é utilizar as redes sociais. Facebook e Instagram já possuem funcionalidades que ajudam a expor seus produtos e divulgá-los. A desvantagem é que nenhum deles ainda possui uma venda automatizada, ou seja, você terá que finalizar as vendas, uma a uma. Mas é melhor do que não vender ou vender apenas fisicamente.

É por isso que hoje trazemos para você algumas dicas de como continuar a vender utilizando as redes sociais.  

1. Informações do perfil

Vamos começar com a lição de casa: dê atenção especial às informações do seu perfil. Na descrição do seu negócio, coloque o foco no problema que você resolve para seu cliente. Por exemplo: “Temos os melhores produtos para dar conforto e graça para seu bebê”; “Resolvemos qualquer necessidade que você tenha com seu computador”; “Você vai ficar bonita, saudável e muito fashion comprando aqui!”. Dê destaque ao seu número de WhatsApp por meio do qual você pode fazer suas vendas (veja abaixo). No “Sobre” do Facebook, coloque telefones, endereços e nome de contato.

2. Explore as ferramentas do Facebook

A rede social oferece várias formas de vender produtos. Crie anúncios no FacebookAds com o cuidado de traçar um perfil específico do seu público. Seja ativo em grupos onde estão potenciais clientes do seu segmento com comentários e conteúdos. O Facebook pode ser uma ótima opção para aumentar a visibilidade e o alcance das suas vendas. Crie uma “loja” no facebook e exponha ali seus produtos.

3. Invista nas divulgações no Instagram

Publicar fotos, vídeos e stories é uma forma de expor seu estoque para os clientes nesse momento em que o fluxo de pessoas nas lojas está reduzido. Aqui no nosso blog você encontra algumas ideias de conteúdos para postar. O Instagram também tem a modalidade de “loja” que funciona muito bem, especialmente para quem pode direcionar o link para uma loja virtual. Ela é mais complicada de se implantar do que a loja do Facebook, porém tem se mostrado uma opção bem interessante de divulgação. Saiba mais aqui.

4. Whatsapp business

O diferencial do aplicativo específico para negócios é que ele oferece ferramentas como estatísticas, etiquetas para classificar as mensagens, respostas rápidas e que facilitam a comunicação com os clientes e evitam mau atendimento por mensagens não respondidas. Além disso, o Whatsapp anunciou uma nova função para receber e transferir dinheiro pelo app no Brasil, que está sendo implementada aos poucos nos perfis. Também temos outras dicas sobre isso aqui.

5. Impulsione sua propaganda

Uma ótima forma de fazer isso é através do Google Ads. Essa ferramenta faz com que seu negócio tenha prioridade nos resultados de pesquisa no Google. Assim, a chance de um cliente interessado no que você oferece te encontre é muito maior. Neste caso é fundamental que você possua um site. Nosso blog tem um texto que explica um pouco sobre isso.

6. Alie várias formas de vender

Qualquer uma das estratégias que sugerimos acima é muito eficaz para alavancar suas venda. Mas você pode aumentar o potencial delas ainda mais se conciliar várias. Uma loja na sua página do Facebook pode dar muito mais resultado se for aliada a uma forte divulgação no Instagram. Propagandas nas linhas do tempo das redes sociais não vão ser tão eficientes se o comprador não encontrar suas informações ou se você perder uma venda (e até mesmo um cliente) porque não respondeu a mensagem que ele te enviou.

Esperamos que essas dicas o ajudem nesse período de renovação e reinvenção dos negócios e, se precisar de ajuda, é só nos chamar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *